[FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Página 121 de 125 Anterior  1 ... 62 ... 120, 121, 122, 123, 124, 125  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Lippy em Seg Mar 23, 2015 11:46 am

jogo complicado mas você é franco favorito, se o United não agir com cuidado, toma uma goleado que você ta ligado.
avatar
Lippy
Lenda no clube

Mensagens : 4294
Pontos : 3944
Nível de Perfil : 26
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 18
Localização : Salvador - BA

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t465p60-fifabap-felipe-goes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Bruno Tell em Seg Mar 23, 2015 2:57 pm

Grande duelo contra o United. Estou torcendo para que você conquiste esse título em cima do Manchester United e do traíra Van Persie!
avatar
Bruno Tell
Bola de Ouro

Mensagens : 1965
Pontos : 1545
Nível de Perfil : 16
Data de inscrição : 30/09/2014

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t35-pesbal-bruno-tell

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Bigorna em Seg Mar 23, 2015 6:07 pm

De um lado um baita jogador que faz gol pra caralho, do outro lado Van Persie... Se Van não cuidar ele é esquecido na nova historia que está sendo escrita pelo Exeter da massa!
avatar
Bigorna
Administrador

Time do coração : Ceará SC
Mensagens : 10605
Pontos : 10227
Nível de Perfil : 106
Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 17
Localização : FORTALEZA - CE

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t1191-fifamc-karl-robinson

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Diesouzabarros em Seg Mar 23, 2015 6:37 pm



O BICAMPEÃO EXETER CITY!!!
Com atuação brilhante em todos os sentidos e com Hargo vencendo duelo tático com Van Gaal, Exeter City vence Manchester United com autoridade e conquista bicampeonato da Football League Cup, a Capital One CUP 2015/2016!!!!



O Exeter City é bicampeão da Football League Cup com todo o merecimento e justiça. A 54ª edição da competição, a Capital One CUP 2015/2016 coroou o campeão da temporada 2014/2015 com um título indiscutível ao vencer o Manchester United, que sonhava com o pentacampeonato da competição, por 2 a 0. O último bicampeão consecutivo da competição foi o próprio Manchester United com os títulos na temporada 2008/2009 e 2009/2010. O maior campeão continua sendo o Liverpool FC com oito conquistas.

Com mais esse troféu conquistado, Owen Hargreaves já chega a seis troféus conquistados no comandante do Exeter City e escreve cada vez mais seu nome na história da equipe Grecian. Por outro lado, Louis Van Gaal parece que vai encerrar sua carreira no banco de reservas sem conquistar nenhum troféu pelo Manchester United.

Com grande atuação e um gol na decisão, Tom Elliott alcançou não só a artilharia da competição como também foi eleito o MVP da decisão. Outros destaques Grecians na decisão foram o goleiro McNulty simplesmente impecável, o meia Payne que fez uma bela partida, os meias Harris e Arancibia e o polivalente Hemmings que participaram diretamente dos dois gols do título do Exeter City.  Numa atuação totalmente abaixo da média, os destaques foram o meia Juan Mata que desperdiçou algumas chances de gol e De Gea que fez belas defesas que evitou que o Manchester United saísse goleado do Wembley Stadium.



PRÉ–JOGO
Van Gaal aposta em armadilha tática com esquema de 5 defensores e Hargo se decide por Payne e Bowerman e envia a campo praticamente a mesma equipe que conduziu o Exeter City à segunda decisão consecutiva da Capital One CUP!!!

Após eliminar o Sunderland AFC na semifinal pelo placar agregado de 3 a 1, o Manchester United entrou em campo para brigar pelo pentacampeonato da competição com status de favorito na decisão no Wembley Stadium. E querendo confirmar seu status de favoritismo e também tentando surpreender o Exeter City de Owen Hargreaves, o United de Louis Van Gaal, entrou em campo apostando no 5–2–1–2, seu esquema mais utilizado, porém sem nenhum volante de contenção, tendo o meio–campo formado por Kagawa, Ander Herrera e Juan Mata, a defesa foi formada pelo goleiro De Gea, os laterais Rafael e Shaw e os zagueiros Evans©, Jones e Smalling. Como opções para mudar os rumos da partida, Van Gaal tinha o goleiro Lindegaard, os defensores Marcos Rojo e Ajeti, o meia Valencia e os polivalentes Nani, Chicharito Hernández e Welbeck. Como era possível ver o Manchester United privilegiou a polivalência em seu banco de reservas e o setor defensivo que era o setor mais forte do Manchester United que havia sofrido apenas 1 gol em toda a competição até aquele momento.

Atual campeão da competição e sonhando com o bicampeonato da competição, o Exeter City eliminou o Manchester City nas semifinais da Capital One CUP num incrível placar agregado de 7 a 3. Apesar da campanha fantástica na competição, o Exeter City chegou na decisão no Wembley Stadium com status de azarão novamente, um azarão que esperava defender o título da competição com unhas e dentes e para isso a equipe Grecian comandada por Owen Hargreaves não mudou sua maneira de jogar e apostou na formação B com o já tradicional esquema 3–5–2, com a confirmação de Payne como cão – de – guarda e Bowerman como companheiro de ataque de Elliott. De resto, a equipe Grecian entrou com McNulty no gol, Browning, Moore–Taylor© e Horoszkiewicz formando o setor defensivo, Anderson, Powell, Hemmings e Arancibia no meio–campo e Elliott como outro atacante. Como opções para mudar o panorama da decisão, Hargo tinha o jovem goleiro Meret, o defensor Çalik, os meias Tutte e Pozoglou, os polivalentes Balmy e Harris e o atacante Gallagher. Como era possível de perceber, o Exeter City optou pela velocidade no banco de reservas e a ofensividade o que mostrava porque o Exeter City era até então o melhor ataque da competição com 26 gols marcados em 7 partidas.


O JOGO – EQUIPE GRECIAN SE MOSTRA SUPERIOR EM TODOS OS SENTIDOS E CONQUISTA BICAMPEONATO!!!
Com defesa impecável, meio–campo consistente e ataque infernal, Exeter City não dá chances ao Manchester United e conquista bicampeonato da Football League Cup!!!

THE FIRST HALF:

DE GEA FAZ  MILAGRES, PORÉM QUEM DECIDE É ELLIOTT E EXETER CITY SAI PARA O INTERVALO COM A VANTAGEM MÍNIMA NO MARCADOR!!!
Superior durante toda primeira etapa, Exeter City para em muralha espanhola e sai vencendo por “apenas” 1 a 0 no Wembley Stadium!!!

Com uma precisão digna de hora do chá da Rainha, o árbitro Martin Atkinsoon fez seu apito ressoar unicamente num universo de mais de 80000 vozes no Wembley Stadium para dar iníco à decisão da 54ª edição da Football League Cup, a Capital One CUP 2015/2016. E quando a bola rolou no maior templo de futebol da Terra da Rainha, o que se viu foi um duelo tático entre Van Gaal e Hargo, o experiente holandês armou os Red Devils num aparente esquema com cinco defensores sem nenhum volante, enquanto os Grecians apostaram na sua formação B com o já tradicional esquema 3–5–2 com Payne à frente da zaga e Bowerman como companheiro de Elliott na missão de fazer gols.

E como em toda decisão, o jogo começou  tenso com o Manchester United tentando valorizar a posse de bola com rápida troca de passes, enquanto o Exeter City postado taticamente e claramente no autêntico 3–5–2 esperava a chance de encaixar um contra–ataque. A primeira boa chance da decisão foi em uma jogada de fundo de Luke Shaw e após furada de Rooney e Payne, a bola sobrou limpa para McNulty. No prosseguimento dessa jogada surgiu a chance perfeita para o primeiro contra–ataque com McNulty lançando para Powell , um pouco antes da linha central que de primeira toca para Anderson que mesmo marcado por Kagawa consegue girar e achar Arancibia no círculo do meio–campo e o camisa # 14 Grecian, antes de chegar na linha central, enxerga Elliott infiltrando entre Evans© e Jones e com sua esquerdinha calibrada enfia bola em direção ao camisa # 97 Grecian, Evans© muito bem colocado aparentemente iria ficar com a bola, porém numa tentativa incrível frustrada e estabanada de carrinho, fica no chão e a bola sobra limpa para Elliott, que invade a área e mesmo com Smalling e Shaw querendo voar para chegar nele,  e com tranquilidade chuta rasante sem chances de defesa para De Gea, estufando as redes do Manchester United, abrindo o marcador na decisão da Capital One CUP 2015/2016 com apenas 8’ de partida e colocando o Exeter City na frente do marcador no Wembley Stadium.

O gol calou a massa Red Devil e fez a torcida Grecian vibrar. Esse gol pareceu desnortear e abalar o Manchester United e motivou o Exeter City que adiantou suas linhas e acreditou mais em si mesma e até mesmo o goleiro McNulty deu uma de Neuer e saiu jogando perigosamente como líbero após tentativa de bola enfiada de Smalling para Rooney. Com o adiantamento de suas linhas, a equipe Grecian conseguiu segurar a bola no campo de ataque e forçava o United a errar passes ainda no campo de defesa e num desses erros de passe, Payne serviu Hemmings, porém o camisa # 17 Grecian se desequilibrou na hora de cruzar e acertou a rede pelo lado de fora. Contando com a desestabilização do United em campo, o Exeter City conseguia ter a posse de bola e viu Bowerman errar um passe que poderia ser a chance do segundo gol do Exeter City na decisão da Capital One CUP 2015/2016. Até mesmo o ídolo Rooney se mostrava nervoso, errando passes que normalmente não erra e a outra esperança de gols Red Devil, Van Persie, parecia nem ter entrado em campo no Wembley Stadium. E após erro de passe de Rooney, a equipe Grecian encaixou contra–ataque com rápida troca de passes e intensa movimentação, Bowerman entra livre na área, após bola enfiada por Powell, e fuzila para bela defesa de De Gea.

Aparentemente, a movimentação e velocidade Grecian estavam fazendo a diferença e desnorteando o Manchester United. O United se virava como podia defensivamente e era visível a falta de um volante passador, pois todas as segundas bolas eram do Exeter City, o que facilitava o encaixe de contra–ataques. A marcação e o senso tático defensivo Grecian brilhavam, pois conseguiam anular os insinuantes Rafael e Shaw, os laterais e aparentemente maiores armas ofensivas Red Devils armado por Van Gaal para a partida. Payne, até aquele momento, se mostrava como um dos maiores acertos de Hargo na escalação, com uma exibição até então simplesmente impecável. Arancibia teve grande chance de ampliar, após passe de Elliott em jogada que começou em corte de Horoszkiewicz, porém após se livrar de Shaw com lindo corte seco, finalizou cruzado tirando de De Gea, mas também do gol, triscando a trave no que poderia ter se tornado o segundo gol do Exeter City na decisão.

A defesa Grecian brilhava e anulava Rooney e Van Persie dando um excelente volume de jogo ao Exeter City e fazendo o United se encolher no campo de defesa. As poucas tentatias de troca de passes entre Rooney e Van Persie rapidamente eram evitadas por Horsozkiewicz & Cia., que se mostravam exuberantes no Wembley Stadium. E após um desarme de Browning em Rooney, a bola sobra para Anderson que vê Elliott partir em profundidade entre Evans © e Jones e o camisa # 97 Grecian entra livre e na entrada da área fuzila para mais um milagre de De Gea que evita mais uma vez o segundo gol do Exeter City no Wembley Stadium.

A melhor chance do United na primeira etapa surgiu na única troca de passes mais envolvente dos Red Devils nos primeiros 45 minutos. Juan Mata surgiu livre dentro da área, após bola de Rooney, em jogada que começou com o próprio espanhol, porém o camisa # 8 Red Devil parou no gigante McNulty que mostrou estar ligado no jogo e fez bela saída do gol, abafando o espanhol e jogando a bola para escanteio.

O que se viu depois dessa chance de Mata foi Bowerman ser preciosista e ao invés de fuzilar na saída de De Gea, após bola de Arancibia, tentou o drible, porém De Gea saiu de carrinho e ficou com a bola. No último lance da primeira etapa, Payne desarmou Van Persie e ligou contra–ataque letal com Elliott que ignorou Smalling com sua velocidade assim como Arancibia, fuzilou cruzado, triscando a trave, após De Gea estar batido e o placar não mais mudou no Wembley Stadium e o 1 a 0 a favor do Exeter City foi o placar do intervalo da decisão da 54ª edição da Football League Cup, a Capital One CUP 2015/2016.



THE SECOND HALF:

É BICAMPEÃO!!! HARRIS AFUNDA DE VEZ SONHO RED DEVIL E É HEROI DO TÍTULO MARCAR O GOL QUE SELOU O TRIUNFO GRECIAN!!!
Hargreaves mostra mais uma vez a força de seu elenco e banco Grecian faz diferença em bicampeonato conquistado!!!

Os últimos 45 minutos da Capital One CUP 2015/2016 tinham tudo para ser emocionantes e o que se viu na parte final da decisão antes mesmo da entrada das equipes em campo foi o Exeter City consciente da vantagem conquistada e o Manchester United discrente do que fez em campo na primeira etapa até então. Querendo mais velocidade para explorar os contra – ataques e a aparente lentidão do sistema defensivo Red Devil, Hargo saca o inoperante Bowerman para a entrada de Balmy. Mesmo precisando de gols, Van Gaal não fez mudanças na equipe Red Devil e pareceu acreditar apenas que a mudança de mentalidade nos jogadores do Manchester United poderiam mudar os rumos da decisão no Wembley Stadium.

E quando a bola rolou nos últimos capítulos da Capital One CUP 2015/2016, o Exeter City já deu cartão de visitas do que sua velocidade poderia fazer e após bola enfiada por Powell, Balmy ignorou carrinho de Evans©–numa atuação desastrosa desse–fuzilou para mais um milagre de De Gea na partida. A partida continuava com o mesmo script da primeira etapa com o setor defensivo Grecian impecável e em jogada que começou com Horoszkiewicz que ganhou no alto de Van Persie, Elliott foi garçom para Balmy que entortou Evans e Rafael, entrou na área e finalizou para mais uma bela defesa de De Gea que até aquele momento era o nome que evitava que o Manchester United já não estivesse sendo goleado pelo Exeter City na decisão.

Nem mesmo quando chegava ao fundo, o United conseguia levar ao Exeter City e nem mesmo quando a equipe Grecian errava passes no campo de defesa,o United conseguia encaixar contra–ataque. E quando os Red Devils conseguiam alguma chance esbarravam num exuberante McNulty que mais uma vez abafou Juan Mata com uma saída perfeita de gol, após o camisa # 8 Red Devil receber bola de Van Persie e ganhar de Payne na velocidade. Esse momento talvez tenha sido o mais instável do Exeter City em toda a partida. Percebendo isso, Hargo saca o exausto Arancibia para a entrada do veloz Harris. Com essa melhora visível do United já era possível sentir a torcida Red Devil cantar a plenos pulmões, o empate e a virada do United na decisão.

Mesmo correndo algum perigo, como por exemplo, numa cobrança de escanteio, o Exeter City mostrava tranquilidade com a bola nos pés. Harris tentava imprimir velocidade quando tinha a bola nos pés e numa dessas tentativas, ele inicia ataque onde Elliott encontra Powell livre, que da intermediária enfia bola para Balmy que na velocidade vence a defesa Red Devil, e tira de De Gea batendo de pé trocado, porém a bola caprichosamente beija a trave do arqueiro espanhol. Definitivamente não era o dia do camisa # 29 Grecian no Wembley Stadium.

O United tentou uma pressão no Exeter City na base do abafa e tendo o apoio da massa Red Devil presente no Wembley Stadium como principal arma, porém a marcação Grecian não diminuía o ritmo e continuava brilhante. Na base do abafa, o United teve uma chance claríssima de empatar a partida, mas Jones mostrou porque é zagueiro e não atacante, e parou em mais uma incrível saída de McNulty. E como num jogo de xadrez, Van Gaal e Hargo lançam suas últimas peças, Van Gaal saca Kagawa para a entrada de Nani e Hargo decide recuar Powell para a função de Anderson, joga Harris para a meia–esquerda e lança Gallagher como armador no lugar de Anderson.

E bastou Gallagher entrar para o roteiro da decisão da Capital One CUP 2015/2016 ter seu final desenhado e após cobrança de lateral Grecian e após bola mal cortada pela zaga Red Devil, Elliott aproveita sobra e da intermediária rola para Hemmings que sem marcação impede a saída da bola e antes da chegada de Shaw cruza para a área e mesmo num cinco contra quatro a favor, a defesa Red Devil falha e deixa Harris livre, que tem tempo para se abaixar e acertar uma cabeçada que encobre De Gea e entra no ângulo, estufando as redes e praticamente selando o bicampeonato do Exeter City aos 43’ da segunda etapa e com o placar marcando 2 a 0 para o Exeter City.

Com o título já definido, a festa Grecian já era visível e o que restava era esperar o apito final e derradeiro de Martin Atkinson finalizando a Capital One CUP 2015/2016 e a torcida Red Devil, apesar da incontestável derrota, não arredou o pé do Wembley Stadium e ainda viu Van Persie tentar descontar da intermediária e McNulty voar e não alcançar a bola, e a mesma sair triscando a trave.

Com o apito final de Atkinson, os deuses do futebol mostraram justiça e premiaram o valente, o eficiente, o surpreendente Exeter City com o bicampeonato consecutivo da Football League Cup, a Capital One CUP 2015/2016.



PÓS–JOGO
Hargo não esconde alegria com bicampeonato, Elliott confirma mesmo fama de homem decisivo e Van Gaal e De Gea reconhecem péssima partida do United no Wembley Stadium.
Premiação da competição mostra ser injusta com Elliott e Exeter City diz que prêmio maior é troféu da competição!!!

Alegria sem igual, essa é a melhor definição para o vestiário e sala de imprensa do recém bicampeão Exeter City, Hargreaves, manager da equipe Grecian, estava totalmente rouco e somente conseguiu dizer que nada e nem ninguém poderia tirar o brilho da conquista da sua equipe e que o título conquistado diante o Manchester United, mostra que toda a força de um elenco pode superar toda e qualquer adversidade e que sempre será dentro de campo que os resultados serão conquistados. Elliott, um dos herois do título, e que marcou gols em todas as últimas três partidas do bicampeonato, confirmou sua fama de homem decisivo, porém em sua entrevista , o camisa # 97 Grecian só soube agradecer a cada companheiro e a Diego Roberto e Owen Hargreaves  que apostaram em seu futebol e que espera continuar crescendo cada vez mais e ajudando ao Exeter City a se consolidar no futebol inglês e europeu

Já na sala de imprensa do derrotado Manchester United era nítido, o abatimento dos jogadores Red Devils e de Louis Van Gaal que reconheceu a superioridade Grecian durante toda a partida e que o placar de 2 a 0 havia sido muito pouco e que se o Exeter City continuar nesse trabalho poderá dar muito trabalho e se consolidar entre as grandes equipes do futebol inglês e disse ter visto em McNulty, todas as qualidades de um goleiro que pode vir a ser um dos melhores do mundo. De Gea, que fechou o gol e mostrou porque é considerado um dos melhores goleiros do mundo, se mostrou maduro e disse que não havia muito a se dizer quando o melhor jogador de sua equipe é o goleiro e que o Exeter City mostrou todas as qualidades e adjetivos para ser campeão.

A premiação dos melhores da Capital One CUP 2015/2016 se mostrou totalmente injusta principalmente no maior prêmio da competição. O primeiro prêmio a ser anunciado foi o de Luva de Ouro que foi dado a Steven McNulty, do Exeter City, que foi eleito o melhor goleiro da competição, ao ficar 3 partidas sem sofrer gols, e fechou o gol na decisão. A Luva de Prata ficou com Maarten Stekelenburg, do Fulham FC, que ficou 2 partidas sem sofrer gols e a de Bronze ficou com Eldin Jakupović, do Hull City AFC, que também ficou 2 partidas sem sofrer gols. Mereceram menções honrosas, os goleiros Anders Lindegaård  e Mark Bunn, do Manchester United e Norwich City respectivamente que ficaram 2 partidas sem sofrer gols. O Garçom de Ouro ficou com o também jogador do Exeter City, Francisco Arancibia, que deu seis passes para gol. Com duas assistências a menos, Shane Long do Southampton FC, ficou com o Garçom de Prata. O Garçom de Bronze ficou com George Bowerman também do Exeter City também com 4 passes pra gol. As menções honrosas nesse prêmio foram para Jason Kennedy do Bradford City AFC e Franck Moussa do Charlton Athletic com 3 passes para gol cada. A Chuteira de Ouro ficou com Tom Elliott, do Exeter City, com seis gols marcados, a Chuteira de Prata ficou com o volante Jack Rodwell, do semifinalista Sunderland AFC, também com seis gols marcados e a de Bronze ficou com Sergio “Kün” Agüero do Manchester City, com cinco gols marcados. Sam Gallagher e Jeremy Balmy do Exeter City mereceram ser lembrados ao marcarem cinco gols na competição. Já a maior discórdia da premiação foi para o prêmio mais importante da mesma, a Bola de Ouro que foi concedida a Jack Rodwell do Sunderland AFC, quando todos esperavam que fosse para Elliott do Exeter City que ficou com a Bola de Prata e a Bola de Bronze ficou para Sergio “Kün” Agüero do Manchester City.

Ao saber da premiação, Elliott e o Exeter City disseram que o maior prêmio da competição foi o troféu levantado por Moore–Taylor©, o troféu da 54ª edição da Football League Cup, a Capital One CUP 2015/2016.


RED DEVILS SQUAD–CAPITAL ONE Cup 2015/2016–The Final– WEMBLEY STADIUM:
(5–2–1–2 by Louis Van Gaal) – De Gea; Rafael, Evans©, Jones, Smalling e Shaw; Kagawa (Nani 82’), Ander Herrera e Juan Mata; Rooney e Van Persie.
SUBSTITUTES – Lindegaård; Marcos Rojo, Ajeti, Valencia, Nani, Chicharito Hernández e Welbeck.


GRECIANS SQUAD–CAPITAL ONE Cup 2015/2016–The Final–WEMBLEY STADIUM:
(3–5–2 by Owen Hargreaves) – McNulty; Browning, Moore–Taylor© e Horoszkiewicz; Payne, Anderson (Gallagher 86’), Powell, Hemmings e Arancibia (Harris 68’); Elliott e Bowerman (Balmy 45’).
SUBSTITUTES –  Meret; Çalik, Tutte, Pozoglou, Harris, Balmy e Gallagher.





Capital One CUP│Round 07–The Final–Single Game│28-02-2016│Wembley Stadium, London│86345 pagantes
MANCHESTER UNITED 0 – 2 EXETER CITY
GOLS: 8’ Elliott – 88’ Harris (EXE)
ASSISTÊNCIAS: Francisco Arancibia – Ashley Hemmings (EXE)
MVP: 1) David De Gea (7,50) – MUN│97) Tom Elliott (7,90) – EXE




© skySPORTS FOOTBALL – Capital One CUP 2015/2016 – The Final – WEMBLEY STADIUM – COPYRIGHTS
avatar
Diesouzabarros
Bola de Ouro

Mensagens : 2181
Pontos : 1831
Nível de Perfil : 12
Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t67p480-fifamc-owen-hargrea

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Vitor Rodrigues em Seg Mar 23, 2015 8:13 pm

Parabéns por mais um título mano, o sexto no comando da equipe, vem fazendo história. Enfrentou uma equipe com muita qualidade e conseguiu vence-la por um placar satisfatório. Contou com o bom desempenho de Elliot e se consagrou bicampeão, parabéns.
avatar
Vitor Rodrigues
Bola de Ouro

Mensagens : 1701
Pontos : 1653
Nível de Perfil : 0
Data de inscrição : 14/12/2014
Idade : 19

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t267-fmmanager-vitor-rodrig

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Engenheiro em Seg Mar 23, 2015 8:54 pm

PORRA MLK, QUE TÍTULO LINDO!
Parabéns mesmo, você merece esse sucesso todo. Está fazendo história nesse clube e merece os reconhecimentos.
E o ataque funcionou, né? Razz
avatar
Engenheiro
Convocado pra seleção

Mensagens : 226
Pontos : 226
Nível de Perfil : 0
Data de inscrição : 07/02/2015

Ver perfil do usuário http://proallmanagers.forumeiros.com/t345-fifamc-frank-underwood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Igor_SCCP em Seg Mar 23, 2015 9:08 pm

Mais uma vez o time dá uma aula de futebol em campo, o time controlou praticamente todo o jogo, conseguiu abrir o placar cedo e controlou o jogo durante todos os 90 minutos. Sua defesa anulou o Mancheester que ofereceu pouco perigo no jogo.
Parabéns pelo bicampeonato.
avatar
Igor_SCCP
Lenda no clube

Mensagens : 3568
Pontos : 3176
Nível de Perfil : 20
Data de inscrição : 30/09/2014
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Nighel em Seg Mar 23, 2015 9:49 pm

É mano, parabéns por mais um título, merecido demais pelo que vem apresentando desde que chegou ao Exeter! Ataque como sempre funcionando muito bem, e esse sucesso já assustava o United antes da bola rolar né, van Gaal entrou em campo com cinco defensores, tava se cagando, certeza. E caralho, o mais foda é que fez isso com a EQUIPE RESERVA, nossa mano, tu é mito demais, seloco!
avatar
Nighel
Bola de Ouro

Mensagens : 2444
Pontos : 2295
Nível de Perfil : 7
Data de inscrição : 29/09/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIFA:MC] OWEN HARGREAVES - Parte 1

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 121 de 125 Anterior  1 ... 62 ... 120, 121, 122, 123, 124, 125  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum